UA-163577615-1

A NOVA ONDA DO FOOD SERVICE

Com a pandemia do Covid-19 em 2020, donos de bares, restaurantes e lanchonetes foram obrigados a fechar seus estabelecimentos e muitos acabaram não se recuperando. Trabalhar nesse setor é algo que parece ser simples, porém, na prática, é complexo e exige uma busca constante pela qualidade dos serviços oferecidos e amplo conhecimento do ramo. Ademais, é importante um planejamento adequado, desde o investimento inicial até o cumprimento das regras estabelecidas por órgãos municipais e federais. Os hábitos alimentares vêm se transformando cada dia mais, e a busca pela praticidade e agilidade já virou uma necessidade.

O mercado de alimentos representa 10,1% do PIB brasileiro e, segundo a Associação de Bares e Restaurantes (ABRASEL) estima que a alimentação fora do lar, também conhecida como FOOD SERVICE, alcance 2,7% desse percentual, com movimentação de cerca de R$ 170 bilhões na economia por ano.


TENDÊNCIAS NO MERCADO



1. Baixo consumo de carne

O número de pessoas que buscam melhorar a saúde e a qualidade de vida por meio de uma alimentação mais saudável cresce cada dia mais. Atualmente, é visível um grande aumento de adeptos por comidas veganas, vegetarianas, light ‘s e com ausência de certos elementos. O empreendedor que quiser atender esse perfil de cliente deve inovar o cardápio com opções de refeições que sigam esse padrão.


2. Serviços de Delivery

O delivery é uma fortíssima tendência de food service para os próximos anos. Isso graças à possibilidade de receber em mãos a refeição pronta em qualquer lugar que o consumidor esteja, sem a precisar de deslocamento, o que facilitou demais a vida das pessoas. A oportunidade de experimentar pratos diversos no conforto do lar seduz muitos clientes.

Para investir nessa categoria de serviço, é muito importante o empreendedor priorizar por algumas questões:

  • Qualidade dos alimentos e ingredientes;

  • Apresentação das refeições;

  • Seleção das embalagens;

  • Pontualidade da entrega.

3. Cuidados sanitários e proteção à saúde

Mesmo com as atividades estarem retornando em 2021, a pandemia ainda não acabou. Além disso, as medidas de distanciamento social e cuidados com a saúde não deixarão de existir, pois o impacto causado pela pandemia fez com que certas práticas continuem existindo. Transmitir segurança aos clientes e preocupação com sua integridade física deve ser prioridade para seu estabelecimento se você deseja manter seus consumidores fiéis e satisfeitos com seu serviço.


4. O uso da Tecnologia

Hoje em dia, as redes sociais fazem parte do dia a dia da maioria das pessoas e muitos hábitos de consumo têm passado antes por esses canais de comunicação. Eles influenciam fortemente nossas ações e escolhas. Usar a tecnologia e as mídias sociais no mercado de food service é uma tendência que nenhum empreendedor pode negligenciar. O uso de tal ferramenta implica na redução de custos, redução de perdas e redução do retrabalho.


E agora você ficou interessado em saber mais? Entre já em contato com a PROJEQ e marque já uma reunião, nós vamos te ajudar!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CONTATO

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

UFPB Campus I, Castelo Branco, João Pessoa-PB, +55 83 8206-1669- contato@ejprojeq.com

CNPJ: 23793980000122