UA-163577615-1
 

A NOVA ONDA DO FOOD SERVICE

Com a pandemia do Covid-19 em 2020, donos de bares, restaurantes e lanchonetes foram obrigados a fechar seus estabelecimentos e muitos acabaram não se recuperando. Trabalhar nesse setor é algo que parece ser simples, porém, na prática, é complexo e exige uma busca constante pela qualidade dos serviços oferecidos e amplo conhecimento do ramo. Ademais, é importante um planejamento adequado, desde o investimento inicial até o cumprimento das regras estabelecidas por órgãos municipais e federais. Os hábitos alimentares vêm se transformando cada dia mais, e a busca pela praticidade e agilidade já virou uma necessidade.

O mercado de alimentos representa 10,1% do PIB brasileiro e, segundo a Associação de Bares e Restaurantes (ABRASEL) estima que a alimentação fora do lar, também conhecida como FOOD SERVICE, alcance 2,7% desse percentual, com movimentação de cerca de R$ 170 bilhões na economia por ano.


TENDÊNCIAS NO MERCADO