UA-163577615-1
 

Desenvolvimento de Novos Produtos cosméticos em 5 passos!




Sendo o quarto maior consumidor de produtos de beleza e cuidados pessoais no mundo, o Brasil segue nesta lista junto com outras grandes potências mundiais como Estados Unidos, China e Japão, esses dados foram publicados pela Euromonitor Internacional em 2019.

Mesmo em épocas tão difíceis o setor de cosméticos vem conseguindo manter taxas de crescimento nas indústrias, sendo um indicativo do quão aberto o público se mantém a novidades no ramo da beleza, um indicativo também de um mercado favorável a inovações em produtos cosméticos.

Nesse contexto, observamos o quão importante a formulação e o desenvolvimento de novos produtos são, além de se mostrar uma opção para os grandes e médios empresários brasileiros, que querem se destacar no mercado de cosméticos e alcançar um público maior, ganhando espaço no mercado.

Mas por onde começar a Desenvolver uma nova formulação para o seu cosmético obtendo o resultado desejado? Confira os 5 passos a seguir que vão te ajudar nesse processo!


1) Determine qual tipo de produto cosmético você quer produzir




Dentro do setor de cosméticos existem inúmeras variações de produtos, como para higiene pessoal, beleza, etc. O primeiro passo para o desenvolvimento da formulação do seu produto é saber quais características, qual tipo de produto, quais funções, você quer obter no final desse processo. Por exemplo, se o produto irá oferecer uma função hidratante, de limpeza, antioxidante, entre outros. Além de pensar em quais propriedades físicas são desejadas no produto, como cor, cheiro e textura.


2) Procure legislações e normas




Para que se possa formular um produto e comercializá-lo com segurança é necessário que você esteja ciente das legislações e normas que regem estes produtos.

No Brasil, a instituição que fiscaliza e formula as legislações e normas sobre produtos cosméticos é a ANVISA ( para conferir você pode acessar o portal da agencia em : http://portal.anvisa.gov.br/)


Porém, trouxemos algumas das principais RDC’s da cosmetologia:


  • RDC nº 03, de 20 de janeiro de 2012: Nessa RDC encontra-se uma lista de substância que não devem conter em produtos cosméticos, perfumes e de higiene pessoal, com algumas condições e restrições já estabelecidas.

  • RDC nº 29, de 1º de junho de 2012: Nessa RDC encontramos a lista de conservantes permitidos para o uso em produtos cosméticos, perfumes, higiene pessoal, entre outros que são aprovados pelo Regulamento Técnico Mercosul.


3) Desenvolva a formulação;





Uma vez que já se sabe qual produto irá ser desenvolvido e quais normas e legislações seguir, partimos para o processo do desenvolvimento da formulação. Nesta etapa será feita a pesquisa de quais componentes serão usados, quais medidas e que matérias-primas serão utilizadas.

Saber o papel de cada constituinte da sua formulação é fundamental para desenvolver um produto de qualidade, nesta fase irão ser escolhidos quais componentes adicionar a fórmula e em qual proporção, a fim de atribuir ao produto as propriedades previamente desejadas. A partir deste passo já poderá ser desenvolvido o primeiro protótipo do seu produto!



4) Etapa de testes




A etapa de testes de um produto é extremamente necessária, já que o cosmético tem um impacto direto no consumidor, uma vez que os produtos estão em contato direto com as partes externas do corpo.

Qualquer alteração de microorganismos ou não conformidade do produto pode vir a ser prejudicial e colocar em perigo a saúde do consumidor, feitas essas observações percebemos o quanto é indispensável esta fase do desenvolvimento de uma fórmula cosmética para assegurar a integridade física do usuário.


Abaixo encontramos alguns testes realizados em cosméticos;


  • Estudo de viabilidade;

  • Teste de estabilidade acelerada;

  • Teste de prateleira;

  • Teste de compatibilidade entre formulação e material de acondicionamento;

  • Teste de transporte e distribuição;

  • Avaliação das características do produto;

  • Avaliação físico-química;

  • Avaliação microbiológica;



5) Faça os ajustes necessários na formulação





Depois da etapa de teste é normal fazer ajustes a sua formulação, até que ela esteja apta a ser apresentada ao consumidor. Obtendo os resultados da fase de testes poderá ser corrigida as proporções usadas, até que se consiga alcançar o resultado final satisfatório. Com o estudo prévio já feito da sua fórmula, poderá ser identificado as funções de cada componente desta, possibilitando assim identificar quais proporções devem ser alteradas ou que componentes podem ser adicionados.

Após as mudanças feitas na composição, deverá ser realizada novas etapas de teste no produto até que se obtenha o resultado desejado, podendo repetir esse processo até que o cosmético esteja apto.



Com este conteúdo espero que você possa ter entendido um pouco mais sobre as etapas que envolvem a formulação e a importância de cada fase do processo do desenvolvimento de produto. Depois desse artigo você percebeu que necessita de um Desenvolvimento de Fórmula para um Produto Cosmético e precisa de alguém para lhe auxiliar?



Saiba que a PROJEQ pode te ajudar! Entre já em contato conosco e marque seu diagnóstico GRATUITO.


Posts recentes

Ver tudo