UA-163577615-1

Tudo o que você precisa saber sobre rotulagem!


A produção e comercialização de alimentos no Brasil é feita através da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A ANVISA exige que para comercialização, os responsáveis pela produção sigam atentamente as instruções normativas referentes a manipulação de alimentos. Basicamente, os alimentos precisam obedecer a uma produção conforme as Boas Práticas de Fabricação (confira nosso artigo falando sobre o assunto clicando aqui), trazendo otimização, cuidado e padronização dos seus processos, além de possuírem rótulos com tabelas nutricionais, contendo todas as informações quanto aos ingredientes e matérias primas utilizados no processo e seus benefícios.


Imagine que você é uma pessoa que apresenta algum problema de saúde que demanda restrições alimentares e necessita de uma alimentação mais controlada. Certo dia, você vai ao mercado e surpreendentemente, percebe que os alimentos e bebidas não tinham rótulo nem tabela nutricional. O que você faria?


Com o intuito de evitar estes tipos de problema, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), através da Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) n° 360/03, tornou obrigatória a presença da tabela nutricional em alimentos manipulados para fins comerciais. Em virtude disto, os consumidores puderam se informar melhor acerca da composição dos produtos.

Mas e você aí, sabe como funciona o processo de rotulagem com tabela nutricional dos alimentos e qual a sua importância?


A tabela nutricional é um dos elementos essenciais do rótulo alimentício, também chamada de informação nutricional, ela é uma tabela que fica normalmente atrás do rótulo da embalagem, contendo todas as informações a respeito de taxas nutricionais, valores energéticos, carboidratos, proteínas, gorduras totais, etc. que estão presentes nos componentes que fazem parte do seu alimento. Dessa forma, além de passar segurança para o consumidor final, a tabela nutricional acaba agregando valor à sua marca e também é um diferencial, já que com ela você tem a oportunidade de abrir os horizontes do seu negócio e comercializar para estabelecimentos maiores realizarem a revenda do seu produto.


Mas qual a diferença entre rotulagem e tabela nutricional?


Antes de tudo, você precisa saber o que é e o que se deve ter em um rótulo. Segundo a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) da ANVISA nº 259, de 20 de setembro de 2002, ele é todo elemento escrito ou gráfico impresso ou colado sobre a embalagem do alimento. Ainda, ele precisa conter a identificação da origem, a lista de ingredientes, os alergênicos, o lote, o prazo de validade, o conteúdo líquido, as instruções de preparo ou uso (quando necessário) e a informação nutricional. Logo, o rótulo contém a tabela nutricional, que é regulamentada conforme a RDC nº 360 como já foi mencionado, o que implica que não são a mesma coisa.


Quem pode te ajudar?

Entendendo como tudo isso pode ser um obstáculo para expansão do seu negócio, a PROJEQ pode te ajudar a encontrar o melhor caminho e alavancar suas vendas! Tá esperando o que pra poder comercializar seus produtos sem medo de complicações futuras? Entra em contato com a gente, estamos aqui por você!

CONTATO

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

UFPB Campus I, Castelo Branco, João Pessoa-PB, +55 83 8206-1669- contato@ejprojeq.com

CNPJ: 23793980000122