UA-163577615-1
 

Tudo o que você precisa saber sobre rotulagem!


A produção e comercialização de alimentos no Brasil é feita através da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A ANVISA exige que para comercialização, os responsáveis pela produção sigam atentamente as instruções normativas referentes a manipulação de alimentos. Basicamente, os alimentos precisam obedecer a uma produção conforme as Boas Práticas de Fabricação (confira nosso artigo falando sobre o assunto clicando aqui), trazendo otimização, cuidado e padronização dos seus processos, além de possuírem rótulos com tabelas nutricionais, contendo todas as informações quanto aos ingredientes e matérias primas utilizados no processo e seus benefícios.


Imagine que você é uma pessoa que apresenta algum problema de saúde que demanda restrições alimentares e necessita de uma alimentação mais controlada. Certo dia, você vai ao mercado e surpreendentemente, percebe que os alimentos e bebidas não tinham rótulo nem tabela nutricional. O que você faria?


Com o intuito de evitar estes tipos de problema, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), através da Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) n° 360/03, tornou obrigatória a presença da tabela nutricional em alimentos manipulados para fins comerciais. Em virtude disto, os consumidores puderam se informar melhor acerca da composição dos produtos.

Mas e você aí, sabe como funciona o processo de rotulagem com tabela nutricional dos alimentos e qual a sua importância?


</