UA-163577615-1

O QUE VAI ACONTECER COM OS RESTAURANTES PÓS COVID-19?


A crise gerada pela pandemia do coronavírus pegou a todos de surpresa. A fim de evitar a contaminação generalizada, as medidas tomadas acabaram afetando mais evidentemente alguns setores: o de restaurantes em todo o segmento comercial de foodservice é um dos que mais sofrem atualmente, mas também permite a adoção de alternativas no cenário pós COVID-19.

Com a flexibilização do distanciamento social e reabertura do comércio, os consumidores podem ficar receosos em frequentar restaurante de autosserviço (self-service) devido a possível aglomeração de pessoas em ambiente fechado, onde existe o compartilhamento de utensílios, mesas comuns e próximas, podendo representar risco de contágio por coronavírus.

Para enfrentar esse desafio, medidas sanitárias devem ser adotadas para manter o funcionamento do setor. As áreas de atendimento ao público devem ser reorganizadas, tornando-se mais seguras para clientes e colaboradores.

No acesso ao restaurante, controlar o fluxo de entrada para evitar aglomerações, dando visibilidade aos procedimentos de segurança adotados pelo restaurante, assim como às recomendações aos clientes, utilizando cartazes e informações verbais. Disponibilizar lavatórios ou oferecer álcool para higienização das mãos.

No bufê de serviço oferecer talheres higienizados e embalados ou oferecer utensílios descartáveis. Fazer identificação no piso para garantir a distância de 1,5 metros entre os clientes, oferecer saladas pré-montadas em porções individuais, utilizar protetores de acrílico entre o pessoal de serviço e os clientes. Temperos podem ser oferecidos em sachês; os alimentos no bufê devem ser obrigatoriamente cobertos com protetores salivares eficientes com fechamentos laterais, superior e frontal (Anvisa e NSF/ANSI 2). Os funcionários devem usar luvas e máscaras.

No salão de refeições verificar a possibilidade de reduzir o número mesas para garantir o distanciamento entre mesas e cadeiras, que devem ser desinfectadas após cada uso e troca de clientes. Disponibilizar álcool em gel nas mesas, além de definir local para descarte de máscaras. Utilizar ventilação natural, se possível, no caso de ar condicionado, observar a limpeza dos filtros e a manutenção do sistema.

No caixa para pagamento utilizar comandas descartáveis e garantir a distância de 1,5 metros entre os clientes com identificação no piso; os operadores dos caixas também devem usar máscaras. Instalar protetores de acrílico, desinfetar as maquininhas de cartão antes de cada uso e incentivar o uso do pagamento sem contato físico, com celulares e relógios inteligentes.

A preocupação com um cenário pós pandemia tem causado movimentação em vários segmentos do mercado, em busca de soluções inovadoras que causem impacto em sua economia. A PROJEQ, empresa júnior de engenharia química e química industrial, trabalha ativamente oferecendo serviços capazes de reerguer o seu negócio pós crise do coronavirus. Mas e você, ficou interessado e quer saber mais sobre como a PROJEQ pode te ajudar? Entra em contato com a gente!

Fonte: StunioIno

CONTATO

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

UFPB Campus I, Castelo Branco, João Pessoa-PB, +55 83 8206-1669- contato@ejprojeq.com

CNPJ: 23793980000122