UA-163577615-1

Poluição de oceanos. O que você tem com isso?

Você sabia que atualmente a quantidade de microplásticos (pedaços do plástico muito pequenos, o que dificulta ainda mais a sua remoção) nos mares supera a quantidade de estrelas na galáxia? Segundo o Greenpeace UK são despejados nos oceanos cerca de 12,7 milhões de toneladas de plástico por ano, isto representa uma descarga equivalente a um caminhão de lixo por minuto. Os nossos oceanos estão se tornando uma verdadeira sopa de plásticos.

Se você acha assustador estes dados atuais saiba que as projeções da ONU não são nada animadoras. Estima-se que até 2050 a quantidade de plásticos na água supere a população de peixes.

Mas de onde vem todo esse lixo? O plástico que chega aos oceanos é provenienter do descarte incorreto e consumo desenfreado de utensílios feitos com esse material ao redor do mundo. Boa parte é composta por garrafas pet e sacolas plásticas, que são altamente consumidos no mundo. Como se não bastasse os grandes protagonistas, as sacolas plásticas e garrafas pet, não são facilmente recicláveis. No caso das sacolas plásticas, essa ação não é se quer possível.

Pesquisas indicam que 40% de todo o plástico produzido durante os últimos 150 anos foi usado uma única vez antes de ser descartado. Se você pensar que a produção de plástico no mundo esteja em torno de 348 milhões de toneladas por ano (dado de 2017), e que o crescimento anual está em torno de 3%, esta fração representa um número assustador com estimativas futuras ainda mais assombrosas.

Estes números não são assustadores apenas pela sua grandeza. Os impactos causados aos animais são ainda mais alarmantes. Diversos animais confundem esses objetos com elementos da sua cadeia alimentar, e o consumo dessas empalagens plásticas podem impedir que o animal mergulhe profundamente sendo impossibilitado de caçar e/ou se alimentar, ou então causam o sufocamente dos animais. Dados da Universidade de Queensland, na Austrália mostram que mais da metade das tartarugas do mundo já ingeriram plástico. Pesquisas indicam que 100 mil animais marinhos são mortos anualmente como consequência de algum evento relacionado ao plástico contido nos oceanos.

Um grande problema no Brasil hoje é a forma como o lixo é descartado. Apenas 18% dos minicípios do país têm coleta seletiva segundo o levantamento do Cempre (Compromisso Empresarial para Reciclagem). Diante disso, várias ações de conscientização são realizadas em todo o mundo visando propagar o consumo consciente do plástico, o icentivo a reutilização e reciclagem e à forma correta de descarte além da promoção de materiais alternativos para substituir o plástico.

Diversas empresas tem apontado na direção do desenvolvimento amigável com o meio ambiente e buscado desenvolver plásticos ecológicos feito a partir de matéria orgânica. Esta alternativa de material é completamente biodegradável.

O desenvolvimento de metodologias mais sustentáveis ainda é lento, porém já podemos ver a importância deste tipo de ação para o futuro da humanidade. É nossa responsabilidade enquanto cidadãos cuidar do nosso planeta, e como empreendedores devemos buscar disseminar esta cultura.

CONTATO

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

UFPB Campus I, Castelo Branco, João Pessoa-PB, +55 83 8206-1669- contato@ejprojeq.com

CNPJ: 23793980000122