UA-163577615-1

Métodos de conservação de alimentos

Segundo a OMS, 20% dos alimentos produzidos são perdidos por deterioração. Isso acontece devido à suscetibilidade a alterações das matérias primas dos alimentos, que podem ser causadas por agentes físicos (luz e calor), químicos (oxigênio e água) ou biológicos (microrganismos e enzimas).


Os métodos de conservação são utilizados com o objetivo de aumentar a vida útil dos alimentos através de técnicas que evitam ação desses agentes, mantendo seus nutrientes e características organolépticas (aroma, sabor, textura).


Principais métodos de conservação

Conhecer as principais técnicas de conservação é fundamental para escolher a técnica que mais se encaixa para a sua realidade. Os principais métodos são utilizando: Calor, Frio, Controle de Umidade e Aditivos.


1 – Conservação por adição de aditivos

Consiste na adição de produtos químicos nos alimentos, de modo a aumentar sua vida útil.

Temos um ebook sobre esse tema, você pode ter acesso gratuito clicando no banner abaixo!


2 – Conservação pelo calor

A maioria dos microrganismos patogênicos não resistem a temperaturas elevadas por determinado tempo. Assim, esse método se baseia na destruição térmica de microrganismos e na prevenção da recontaminação. Nessa técnica, destacam-se a pasteurização e a esterilização.


Pasteurização

São usadas temperaturas moderadamente altas (62 – 100°C) para inativar certas enzimas e matar certos microrganismos, especialmente no leite. Em seguida, o produto precisa de outro método de conservação, como a refrigeração.


Esterilização

É um tratamento térmico mais intenso, no qual os alimentos são expostos a uma temperatura de 130ºC por dois segundos. Isso permite a destruição de todas as formas de contaminação, incluindo as formas mais resistentes ao calor.


3 – Conservação pelo frio

Baseia-se na inibição total ou parcial dos principais contaminantes dos alimentos.


Refrigeração

É considerado um método temporário de conservação (dias ou semanas), porque as atividades enzimáticas e microbianas não são evitadas, mas desaceleradas. As temperaturas nesse método variam de 8 a -1ºC.


Congelamento

No congelamento, a temperatura do alimento é reduzida abaixo do seu ponto de congelamento, fazendo com que sejam formados cristais de gelo. Isso impede que a maior parte de água presente seja aproveitada pelos microrganismos. É considerado um dos melhores métodos de conservação a longo prazo, pois mantém quase todas as características naturais dos produtos, quando armazenados de forma correta.


4 – Controle de umidade

A água é fundamental para a realização de reações de ordem química, física e microbiológica. Essa técnica de conservação consiste na remoção de água dos alimentos, de modo que desfavoreça essas reações.


Secagem natural

É um processo simples e barato de secagem, que consiste na exposição dos produtos ao sol. Sua desvantagem é a falta de controle de temperatura, umidade relativa e fluxo de ar. É utilizado para secagem de grãos de café, cacau, carne de charque.


Secagem artificial

É mais utilizada por indústrias, por proporcionar um cuidadoso controle de parâmetros. Faz o uso de equipamentos para tal processo.


Você, empreendedor, quer ter um maior controle sob a conservação dos seus produtos mas não sabe como proceder? Entre já em contato com a PROJEQ e entenda como podemos te ajudar!

CONTATO

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

UFPB Campus I, Castelo Branco, João Pessoa-PB, +55 83 8206-1669- contato@ejprojeq.com

CNPJ: 23793980000122