UA-163577615-1
top of page

Entenda como garantir uma boa gestão de estoque no seu negócio!

Estoque consiste no armazenamento de produtos em um sistema de fabricação, sejam esses com finalidade de uso na produção ou destinados ao consumidor final. Além disso, a decisão de ter um armazenamento pode ser determinante para as estratégias de venda, assim impactando toda empresa em si.



Entender os variados tipos de estoques é essencial para se ter entendimento dos meios disponíveis para a ordem e controle dos seus produtos. Confira abaixo 4 exemplos de estocagem:


  • Estoque de proteção ou estoque mínimo: Existente para suprir altas na demanda e também para compensar atrasos do fornecimento;

  • Estoque de ciclo: Frequente em locais que trabalham com mais de um produto, quando a empresa não consegue produzir todos simultaneamente;

  • Estoque de antecipação: É aquele que o negócio forma quando antecipa sua produção para atender a uma demanda futura esperada. Como ocorre na Páscoa maior procura por chocolate;

  • Estoque de canal: Consiste no estoque que se encontra no canal de distribuição, ou seja, são os itens que estão nos correios, nos aviões, nos caminhões de transporte ou outro tipo de locomoção antes de estar disponível para o consumidor final;

Ao contrário do que se pensa, ter organização de armazenamento não é perda de tempo, independentemente do tamanho da sua empresa ou do ramo de atuação ela é essencial à sua sobrevivência financeira, pois além de auxiliar no aproveitamento do espaço físico do local, aumentar a eficiência produtiva dos trabalhadores e atender a demanda, não há perda de dinheiro com produtos que ficarão guardados por muito tempo, podendo passar do prazo da validade.


Como fazer controle de estoque de maneira eficiente?



Fazer um bom controle de estoque não é uma tarefa fácil, uma vez que envolve trabalhos complexos. Além disso, as formas de gestão são variadas de acordo com a demanda e o tipo de estoque com o qual o empreendimento lida.

Tudo que entra e sai deve ser fiscalizado. O setor encarregado pelas compras deve fazer o pedido de determinada quantia de produtos ao fornecedor, quando o mesmo atingir a quantidade mínima e essa quantidade deve ser preestabelecida, assim como a quantidade máxima, para que nada falte ou seja comprado em excesso. Quando esses chegam é necessário que sejam lançados no sistema como entrada.


Para que isso seja possível, a comunicação interna deve ser apropriada, com informações padronizadas, fazendo necessário um controle por meio de planilhas ou meio eletrônico. Para que esse método funcione todos os produtos devem estar cadastrado nesse sistema a partir do seu código de barras e deve haver profissionais capacitados e organizados. Pois, a partir do momento em que um funcionário deixa de registrar uma movimentação, a gestão já começa a falhar.


Depois, é preciso que eles fiquem organizados fisicamente. Para tanto, é bom utilizar métodos para que sejam facilmente encontrados, como disponibilizá-los em ordem alfabética ou enumerar cada produto e colocá-los em ordem crescente. Outro fator importante na hora de ordenar os produtos é a data de validade, os que estão com o prazo mais curto devem ficar à frente do restante.


Não sabe como começar? Tem dúvidas qual melhor método de gerenciamento para o seu estabelecimento? Você pode contar com a PROJEQ para ajudar a solucionar seus problemas e colocar tudo nos eixos!


Somos uma empresa responsável que entende sobre controle de estoque, regulamentações e dessa maneira podemos ajudar você a economizar dinheiro e ainda contribuir para a implementação de uma gestão mais eficiente.


Entra em contato e tirar suas dúvidas!

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page