UA-163577615-1
 

A inovação através do desenvolvimento de um novo produto no setor de cosméticos

Segundo a ABIHPEC (Associação Brasileira de Higiene Pessoal e Cosméticos) os produtos para higiene pessoal tiveram alta em vendas em comparação ao primeiro trimestre do ano de 2020, fator que evidência a grande procura pelo setor, mesmo durante a pandemia. Estes dados deve-se principalmente ao aumento do uso de produtos como álcool em gel e sabonetes, além do destaque para aumento no uso destes produtos, o empreendedorismo também cresceu surpreendentemente.



Em 2020, de acordo com dados do Mapa de Empresas do ministério da economia, mais da metade do número de negócios vigentes se enquadravam na designação de “novo negócio”, e a tendência esperada sugeria uma continuidade no crescimento de micro e pequenos empreendedores para o mercado nacional. Sabe-se que a crise ocasionada pela pandemia é um dos motivos mais fortes para ascensão dos dados já listados, e que a principal arma para combater e/ou se desviar destas adversidades é investir em algo que desperte curiosidade e que se diferencie dentre outros produtos e/ou serviços, tal como a inovação.


Inovação é a chave para desbravar com êxito o mercado atual, que se apresenta cada vez mais competitivo e dinâmico. Uma das formas de exercer esta inovação na prática é atuar no desenvolvimento de um novo produto (DNP), o qual enfatiza a identificação da expectativa do consumidor e através dela materializa a oferta de uma solução.